Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14-6 – 51
Imagem
[Sobre Poe, Shelley e Byron]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre Poe, Shelley e Byron]
Titulos atríbuidos
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 146 – 51]

 

 ______________________________________________________

Why did Poe write little poetry? Because the critical faculty was developed at the same time as the poetic propensity. He wrote verse with ease while at college, but then neither his true imagination nor his intellect were developed. These were developed at the same time. Hence the critical faculty, the analytic mind, being ever on the watch, allowed not inspiration to take its free course.

_______

 Shelley and Byron always wrote with ease; they had not any extraordinary amount of critical faculty; Byron least so.

Shelley had love of order but no continuousness. Byron had neither. Hence Byron is the more careless of the two[1]

_______

______________________________________________________

 

[51v]

 

História.

Em todos os tempos houve antigos e modernos. Passado sempre bom, presente sempre mau.

Men never content with past.[2]

Cada um teve um pai como quer que ele fosse para os filhos e assim vamos tornando banais.

 

Poe

 

[1] Por que Poe escreveu pouca poesia? Porque a faculdade crítica se desenvolveu ao mesmo tempo que a propensão poética. Ele escreveu versos com facilidade enquanto estava na faculdade, mas nem a sua verdadeira imaginação nem o seu intelecto estavam desenvolvidos. Estes foram desenvolvidos ao mesmo tempo. Por isso, a faculdade crítica, a mente analítica, sempre vigilante, não permitia que a inspiração seguisse o seu curso livre.

_______

Shelley e Byron sempre escreviam com facilidade; eles não tinham nenhuma quantidade extraordinária de faculdade crítica; Byron menos ainda.

Shelley tinha amor pela ordem, mas não pela continuidade. Byron não tinha nenhum. Daí Byron ser o mais descuidado dos dois

[2] Os homens nunca estão contentes com o passado.

Notas de edição
Identificador
https://modernismo.pt/index.php/arquivo-almada-negreiros/details/33/5226

Classificação

Categoria
Subcategoria

Dados Físicos

Descrição Material
Dimensões
Legendas

Dados de produção

Data
Notas à data
Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Idioma
Inglês

Dados de conservação

Local de conservação
Biblioteca Nacional de Portugal
Estado de conservação
Proprietário
Historial

Palavras chave

Locais
Palavras chave
Nomes relacionados

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Pauly Ellen Bothe, Apreciações literárias de Fernando Pessoa, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2013, pp. 212; 264; 475.
Exposições
Itens relacionados
Bloco de notas